Se a fumaça da janela não desenha flores eu já não respiro

Autora: Carolina Alves

Não existem as direções exatas: virar na primeira faixa de areia, onde o tato dos pavilhões infecta as pontas das cutículas.
Os sinais de bile mecanizada e eucaliptos eletrocutados interpelam os restos de pólvora encontrados dentro da casa, mudando os garfos sem os dentes mas deixando o som eclodindo entre a faca e a garganta incendiada.
Haviam as luvas esmaltadas ameaçando acertar frutos dilacerados pelas lágrimas recém-cortadas, uma vez que construíram a cápsula que santifica com o pescoço de seus netos.
De vez em quando, alguém lateja a estreita mármore de caninos e os homens buscam fuzis de agulha, seu sobrenome pronunciado de outro jeito você conta, cama quente não te trazem.
Me disseram que antes do meio-dia, o telefone toca no silêncio, desistindo da palavra migalha, ele busca uma criança que sobrevive com suor em cima dos lábios e manchas nos dedos.
Um sinuoso animal observa seus calos, confundindo sua metáfora em camisas de linho adeptas ao volúvel e o eco sapateia como se soubesse o que fazer – bandeiras no varal, o casaco que se perde em habitantes com o torso esquálido e espírito santo abençoa, meu deus entortando a coluna, ave maria três vezes antes da refeição engolida e cuspida.
Transpor seu tronco infantil alinhando os ladrilhos cheirando aos polegares dos tios em suas primas, o teto das nuvens ocas não contou sobre soluços pobres e bocas com fungos. Restam os venenos despejados em bombas-relógios trazendo os períneos até o outro lado: idade máxima de trinta anos.
Durante a noite, o curioso animal ainda te mapeia através de torcicolos religiosos, lembrando-se do diagnóstico imutável que coube em línguas de cianeto.
A cidade prendeu oito corações saindo pelo esôfago.
(te couberam em inundações dos órgãos e plantaram um prédio)
Sabe quando estive no muro com o pé do lado de fora e um tiro cambaleado me acertou a memória.
Foi esse momento:
Os mortos não sobem árvores.

*

Carolina Alves é poeta, catarinense e cursa Cinema na UFSC

BACK